• Investidor Sem Grife

CDB BANCO INTER: COMO INVESTIR, RENTABILIDADE E O QUE É

Lidar com dinheiro não é uma tarefa tão fácil assim, não é mesmo? Afinal, todo mês precisamos dele para pagar as contas. Isso nos leva a pensar, como fazer nosso dinheiro render mais?

Investir o dinheiro é a resposta segura para essa pergunta!

Sabemos que decidir onde e como aplicar esse dinheiro é uma decisão mais complicada para quem não está acostumado com investimentos. Sendo assim, investimentos de renda fixa são a melhor opção para quem está começando nesse mundo do mercado financeiro.

Além disso, para quem já é experiente, eles também são fundamentais para fazer uma boa reserva financeira. Então, o CDB Banco Inter serve para os variados públicos, tanto você, micro empreendedor, dona de casa, universitário, empresário, seja quem for que apenas deseja investir e ter um retorno financeiro evitando perdas.


Por isso, no artigo de hoje vamos falar sobre o CDB Banco Inter. Como investir de maneira segura, a rentabilidade que ele proporciona e o que exatamente o CDB é. Vamos lá?!


CDB – O que é?

Para começarmos o nosso artigo de forma bem explicativa, vamos falar o que é CDB.

CDB é uma sigla que significa “Certificado de Depósito Bancário”. É um investimento de renda fixa! Mas o que é isso exatamente?

Então, você empresta dinheiro para uma instituição financeira e essa instituição vai bancar seus custos de operação. Em troca disso, você recebe uma remuneração proporcional, de acordo com o tempo de investimento.


CDB – Como funciona?

Vamos explicar o funcionamento do CDB Banco Inter pontuando alguns tópicos, sendo eles:


· Liquidez

· Prazos

· Valores Tributados

· Fundo Garantidor de Crédito

· Sem custos


A seguir, explicaremos cada um deles de forma bem organizada para um melhor entendimento!


Liquidez

Liquidez é a palavra que usamos para expressar o que se refere ao tempo que o ativo demora para se converter em dinheiro. Essa liquidez pode ser diária, assim dizendo, você tem mais liberdade para sacar o dinheiro, podendo fazê-lo em qualquer momento, sem custos.


Ela pode estar ligada a um período de carência também. Nesse segundo cenário, você perde dinheiro se retirar o dinheiro antes. O sistema de liquidez pode variar bastante, tendo em vista que os CDBs são títulos emitidos pelas instituições financeiras.

Mas não confundam liquidez com rentabilidade, pois são duas coisas diferentes. Rentabilidade é o valor recebido de remuneração referente ao investimento, este será sempre proporcional ao tempo de aplicação.


Prazos

Referente aos prazos, o CDB dispõe de dois títulos, dos quais você deve estar atento, sendo eles: prazo de vencimento e prazo de carência do título. Todos os dois são determinados pela instituição emissora. O prazo de vencimento é simplesmente uma data, da qual pode ser resgatado o dinheiro total com acréscimo do valor de remuneração total.


Já o prazo de carência é um prazo mínimo necessário para deixar o dinheiro aplicado, para só depois resgatar com a liquidez imediata. Vamos demonstrar um exemplo para ficar mais fácil de compreender.


Imagine que você investiu dois mil reais em um CDB pós-fixado, sendo o prazo de vencimento de 365 dias, ou seja, 1 ano, que remunera 105% do CDI.

Ao final desses 365 dias, você vai receber o dinheiro investido + a remuneração compatível a 105% do CDI no ano em questão – descontando o Imposto de Renda.

Entretanto, se você sacar o dinheiro antes, vai receber o valor do rendimento proporcional ao tempo de aplicação, correndo o risco de ter ou não ter o desconto do Imposto de Renda, no caso do saque ser antes de 30 dias.


Valores Tributados

Diferente de uma poupança, por exemplo, os CDBs são tributados pelo Imposto de Renda, com alíquotas regressivas ou seja, quanto mais tempo você deixar seu dinheiro parado, menos imposto de renda você paga.


Fundo Garantidor de Crédito

Pelo nome parece complicado, não é mesmo? Mas não é tanto assim! O Fundo Garantidor de Crédito nada mais é do que uma associação sem fins lucrativos de proteção ao correntista e ao investidor.

Ele assegura até duzentos e cinquenta mil reais sendo aplicados no mesmo CPF e na mesma instituição. Essa segurança é em caso do banco quebrar e não poder cumprir seus acordos.

O CDB é um investimento assegurado pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), sendo assim, é um investimento com risco muito baixo mesmo!


Sem custos

Além da FGC, outra enorme vantagem que o CDB proporciona é que as taxas referentes à administração ou de corretagem dos seus investimentos não são cobradas.

Isso já é um ótimo atrativo para investir no CDB Banco Inter, né?

CDB – Seus tipos

Além das diferenças citadas acima, de prazo, liquidez e rentabilidade, os CDBs se dividem em 3 categorias, sendo elas:


· Pós-fixados

· Préfixados

· Híbridos ou Atrelados

· CDB Progressivo


Vamos entender a diferença entre elas a seguir.


Pós-fixados

Esse CDB possui a rentabilidade através de um indexador econômico (No caso, a CDI – Certificado de Depósito Interbancário).


Em outras palavras, o emissor vai sempre pagar uma porcentagem do acumulado desta taxa durante todo o ano. As aplicações pós-fixadas acabam sofrendo oscilações, já que são acompanhadas de uma taxa. Por isso, só é possível ter noção do quanto você receberá de rendimento na data de resgatar. Esse tipo de CDB é o mais comercializado.


Préfixados

Esse CDB são os de títulos que você adquire já sabendo previamente o quanto será remunerado no final do prazo de aplicação.

Ou seja, os valores de rendimento não são alterados nem pelas condições do país, porém, em contrapartida apresentam um teto de ganhos para o investidor.


Híbridos ou Atrelados

Nesse CDB, a remuneração é um compilado dos dois modelos anteriores.

A remuneração é composta de uma parte prefixada, ou seja, que você já sabe no momento da contratação e uma parte pós-fixada, que acompanha um indexador financeiro, que no caso é o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor).

Sendo mais conhecido como variante de inflação, ou seja, se esse índice está alto ou está baixo, o rendimento do investimento acompanha.


CDB Progressivo

Dentre os tipos de CDB, sendo um pouco menos comum que os outros, temos o “CDB progressivo”.

Neste caso, o valor da remuneração vai aumentar com o passar do tempo. Assim dizendo, em 365 dias (1 ano) você pode receber 105% do CDI e no outro ano 110% e assim sucessivamente.


CDI – O que é e qual a influência no seu investimento

Falamos sobre CDI anteriormente no texto, mas não explicamos exatamente o que ele é.

Se você já acessou ou teve contato com uma plataforma de investimentos, então deve ter visto que determinado ativo rende X% da CDI, certo? Mas o que exatamente significa isso? Vamos tirar essa dúvida. CDI é uma sigla para Certificado de Depósito Interbancário, como dito anteriormente no texto. São papéis emitidos e usados pelas instituições financeiras para conceder e solicitar empréstimo entre elas. Entretanto, também são usados como um mecanismo de indexação para aplicações de renda pós-fixadas, como o caso do CDB.


É calculado o valor com base na taxa de juros de se país, sendo assim, o desempenho é bem próximo ao Selic. Com isso, quando você ler que determinado título rende 80% do CDI ou 100% dele, significa que no momento em que resgatar o dinheiro você receberá um valor equivalente ao acumulado da taxa no último ano.


Mas da mesma maneira, os investimentos indexados também podem render menos por esta taxa, caso ela sofra alguma variação negativa.

CDB Banco Inter – Quanto rende?

Agora vamos ao ponto crucial, rentabilidade! Quanto rende um CDB Banco Inter? Na verdade o valor de rendimento de qualquer CDB é determinado pela instituição financeira.

O CDB Pós-fixado, que é o mais comum, a rentabilidade está conectada a porcentagem do CDI indicado na hora da contratação.

Ao sabermos na hora de investir o quanto o dinheiro vai render ficamos ansiosos, né?

Por isso, se você faz parte desse grupo, não precisa esperar para saber o quanto o dinheiro vai render, basta fazer uma estimativa dos seus rendimentos por uma consulta do CDI através do site do Banco Central.


CDB Banco Inter – Investimento mínimo

Assim como o rendimento, cada instituição financeira escolhe o valor que vai comercializar seus títulos, sendo assim, são encontrados CDBs de cem a dez mil reais, ou até mesmo.

E no CDB Banco Inter, não seria diferente, é possível começar a investir com R$100.

Aplicação e seu valor vão variar de acordo com o potencial de rendimento do papel, a credibilidade que a instituição emissora possui e o risco de se investir nela.

Mesmo tudo isso não sendo exatamente uma regra, os papéis com maior aporte tendem a oferecer a melhor remuneração.

Nesse caso, a dica que oferecemos é buscar uma plataforma de investimentos que seja completa e ofereça com agilidade e transparência todo o processo para comprar variadas opções de títulos.

Isso é como acontece aqui no banco Inter, seu CDB Banco Inter com eficiência.


CDB – Descontos

Como já falamos anteriormente, o CDB não possui taxas de administração, correto? Mas os rendimentos desses títulos de CDB acabam sofrendo outros tipos de descontos, sendo eles:


· Imposto de Renda

· IOF


Vamos falar rapidamente sobre cada um deles.


Imposto de Renda

Parte dos rendimentos nos CDBs são retidos pelo Imposto de Renda no momento em que o título é resgatado. Existe a possibilidade das alíquotas de desconto chegarem até 22,5%, de acordo com o prazo de investimento.

Apesar disso, a notícia boa é que quanto mais tempo o dinheiro ficar aplicado, menor será o desconto, ou seja, a taxa é apenas no valor do rendimento e de maneira regressiva.

Por exemplo: Prazo de até 6 meses possui desconto de até 22,5%, 6 meses e meio 20%, acima de 2 aos 15%.

IOF

É nas aplicações com menos de 30 dias que entra o desconto do IOF – Imposto sobre Operações Financeiras.

Esse desconto também é feito apenas sob os rendimentos e com o tempo reduz, variado de 96% à 3% de rentabilidade obtida pelo título durante aquele período.

Depois de 3 dias esse tributo não é mais descontado.


CDB – Existe risco?

Uma das maiores preocupações do investidor é perder dinheiro, sendo assim, muita gente opta em guardar dinheiro na Poupança, sem ao menos ter ideia de que em questão de segurança o CDB é um investimento tão atrativo quanto a caderneta.

Isso se faz graças à cobertura pelo FGC - Fundo Garantidor de Créditos. É garantido não por tipo de investimento, mas sim por CPF e pela instituição, isto é, o somatório dos valores aplicados pelo mesmo cliente não deve ultrapassar o limite de R$250 mil, pois o valor excedente não é pago.


Tendo isso em mente, adquirir títulos caros também pode apresentar um certo risco, já que o investimento é indexado pela CDI, ele pode sofrer baixas e com isso despencar os rendimentos. De qualquer maneira, o CDB pode sim ser considerado um investimento de risco super baixo, já que você consegue retirar o valor investido de volta, mesmo quando o rendimento não é tão interessante, podendo assim aplicá-lo novamente em outro lugar.


Com esses detalhes podemos ver que vale a pena sim investir no CDB Banco Inter!


CDB Banco Inter – Como investir

Bom, agora que falamos sobre como funciona o CDB e seus tipos, faremos um passo a passo para como investir no Inter e ter o seu CDB Banco Inter de forma fácil. Preparado?


Primeiramente é necessário acessar seu aplicativo Inter, e selecionar o menu Investimentos. Caso seja a sua primeira vez usando o serviço, é necessário fazer o teste de investidor e aderir os termos de uso.

Após isso, você irá selecionar a opção Investir e em seguida Renda Fixa. Na próxima tela, vão aparecer todas as opções disponíveis de Renda Fixa, clique em CDB para diminuir os títulos da categoria. É possível filtrar também por tempo, como: Resgate rápido, 1 ano, 3 anos e assim por diante. Com isso, você encontra a aplicação que esteja mais alinhada com seus objetivos.


O Banco Inter oferece opções emitidas propriamente e de outras instituições financeiras e bancos. Sendo o valor mínimo de cem reais, como dito anteriormente no texto.

Feito isso, clique em título para obter mais detalhes de rentabilidade, liquidez, data de vencimento, entre outros.


Agora, com o título já escolhido, é necessário digitar o valor que deseja investir e em seguida clicar em confirmar. É importante lembrar que o valor precisa estar em conta, não podendo usar o cheque especial.


Depois disso, a transação será autenticada pelo próprio aplicativo ou por SMS, se estiver usando o Internet Banking. Chegará por email o comprovante e o termo de garantia do investimento.

Para as aplicações feitas até as 17h o dinheiro será aplicado na mesma hora, após esse horário somente no próximo dia útil. Seu CDB Banco Inter é aplicado o mais rápido possível e com eficiência.

Conclusão

No artigo de hoje você conseguiu compreender melhor o que é CDB Banco Inter e como é importante investir o seu dinheiro.


Além disso, vimos como apesar dos termos elaborados e aparentemente difíceis, investir o seu dinheiro é mais fácil do que parece, basta ter um banco transparente e eficiente ao seu lado, como o Banco Inter. Se você gostou deste artigo, ficou alguma dúvida ou queira dar uma opinião, comente aqui, vamos adorar responder! Até a próxima


Ajudou? Se sim, segue lá no Instagram e se inscreve no canal do Youtube para ficar atualizado de todas as novidade do Investidor Sem Grife!