• Investidor Sem Grife

CDB: saiba o que é, como funciona e como investir.

O Que é CDB?

Como toda boa sigla, vamos começar falando o que essas iniciais significam. CDB nada mais é do que um Certificado de Depósito Bancário.

Dinheiro e CDB

Mas o que você deve estar se perguntando é: mas o que isso realmente significa?

Pois então, CDB é um dos títulos de renda fixa mais conhecidos no mercado mas muitas pessoas não entendem ao certo o que estão comprando. Para entendermos melhor o que é um CDB, a gente precisa compreender como é o funcionamento de um banco e principalmente como o banco operar a fim de ganhar dinheiro.


Para você que não sabe, um banco ganha dinheiro, captando dinheiro a uma determinada taxa e emprestando esse dinheiro a uma taxa maior que a de captação. Essa diferença entre essa taxa paga pela captação do recurso e taxa cobrada para emprestar o recurso é chamada de spread.


Assim, você agora já consegue entender um dos mecanismos do sistema sistema financeiro que te possibilita emprestar dinheiro para um o banco e receber por isso.

Tipos de CDB

Vamos então separar os CDB`s em dois tipos:

Pré fixado: é aquele que te possibilita conhecer o rendimento no final da aplicação contratada.

Exemplo: CDB pré fixado 4% ao ano.

Pós fixado: que costuma ter seu rendimento atrelado a algum índice que pode variar no decorrer do contrato.

Exemplo: CDB pós fixado 120% CDI

Sobre o CDB pós fixado:

Na maioria absoluta dos casos, os CDB`s pós fixados têm como índice o Certificado de Depósito Interbancário (CDI) que é a taxa cobrada para empréstimos entre bancos. O CDI costuma ser um pouco inferior a taxa básica de juros da economia, a SELIC.


Dessa forma, se um CDB rende 100% do CDI quer dizer que ele vai render na integralidade, o valor desse índice que por sua vez é aproximadamente a SELIC.


Como investir em um CDB?

Investir em um CDB é uma tarefa bem simples, basta você ter conta em um banco de investimentos ou em uma corretora. Após abrir a conta, responder ao formulário de suitability / perfil de risco você poderá visualizar as opções de CDB presente nas respectivas plataformas e escolher qual o melhor para você


Detalhe: todos os grandes bancos do Brasil, são bancos múltiplos e possuem um banco de investimentos em sua operação, assim, para investir em um CDB basta ter conta nesses bancos.


Imposto nos CDB`s

Tabela de imposto de renda regressivo para investimentos em CDB.

A Tributação no CDB é divida em duas partes, a primeira é o Imposto de Renda que é retido na fonte e funciona de acordo com uma tabela regressiva (veja na tabela ao lado), que incentiva o investidor a deixar seu dinheiro lá pelo maior prazo possível, já que se deixar mais de 721 dias, terá a menor alíquota possível de IR e consequentemente, ter um rendimento maior.


A segunda parte é o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) que pode ser muito pesado sobre os rendimentos de quem deseja deixar o dinheiro por pouco tempo, ou pode ter uma emergencia e que necessite do dinheiro. Veja na tabela abaixo que se você deixar 1 dia por exemplo, o IOF é de 96%.

Tabela de IOF nos investimentos em CDB


Risco de Investir em um CDB e o FGC

O risco de investir em um CDB é pequeno se você respeitar a quantia que o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) lhe pagará caso o banco não honre com seus compromissos. A quantia garantida pelo FGC é de 250 mil por CPF e na instituição financeira.


Dessa, forma, o investidor deve investir uma quantia para que no final do contrato da aplicação ele tenha menos de 250 mil reais. Além disso, ele deve diversificar as instituições financeiras, pois não adianta diversificar os CDB se o emissor for o mesmo, pois o FGC só cobrira 250 mil por CPF e por instituição financeira que emitiu o título.


Exemplo: se eu tiver 1 milhão em 4 CDB`s diferentes do mesmo emissor e esse emissor quebrar, eu só tenho direito a 250 mil reais.


Seguindo esses passos, você investirá no CDB de forma mais segura.


Vantagens e Desvantagens de investir em um CDB:


Vantagens do CDB

  • Normalmente, tem rendimentos melhores que o da poupança (é o mínimo né?)

  • Existem muitas possibilidades de CDB, diversas instituições financeira emitem CDB`s frequentemente com prazos de vencimentos diferentes, rendimentos diferentes e por ai vai. Assim, é possível encontrar boas possibilidades no meio de tantas.

  • Segurança do FGC, como foi colocado no texto anteriormente.

  • Diferentemente de outros produtos financeiros de renda fixa, como por exemplo alguns fundos DI, eles não possuem taxas de administração nem de performance.


Desvantagens do CDB

  • A tributação não costuma ser muito favorável, entretanto, se calcularmos o retorno com a tabela de IR regressiva, pode sim valer a pena o investimentos em alguns CDB`s, mesmo com esses impostos.

  • É inviável o investimento para curto prazo ou curtíssimo prazo, como vimos, o IOF pode te retirar 96% de seus rendimentos.

  • A Liquidez pode ser um problema se o fundo não possuir liquidez diária, em alguns casos você pode ficar impossibilitado de mexer no seu dinheiro que está aplicado, até o final do contrato de aplicação.


Investindo em um CDB na prática

Nesse vídeo, eu comprei um CDB do Banco Inter na prática de maneira simples e prática, veja:

Conclusão

Assim, podemos falar que devido a grande quantidade de CDB`s presentes no mercado, você pode sim, encontrar boas opções, mas deve fazer as contas envolvendo principalmente a questão tributária para realmente avaliar se essa vai ou não ser uma boa opção de investimento para você e para seu perfil de risco.


Vale também falar que as dicas dadas nesse artigo sobre FGC são valiosas e sempre devem ser consideradas na hora de você fazer seus investimentos em algum CDB, principalmente os de grande retornos, uma vez que junto com grandes retornos, vêm grandes riscos.


Por fim, lembre-se que qualquer eventual dúvida sobre algum CDB ou produto financeiro, você deve perguntar para seu assessor de investimentos, caso esteja investindo por uma corretora ou com seu gerente caso esteja investindo via banco.


Ajudou? Se sim, segue lá no Instagram e se inscreve no canal do Youtube para ficar atualizado de todas as novidade do Investidor Sem Grife!