• Investidor Sem Grife

Free Float: entenda o que é e como funciona

O que é Free Float?

A primeira coisa que você precisa entender sobre o free float é que esse é um indicador específico para empresas listadas na bolsa de valores. Você vai entender os motivos disso, logo menos.


Se fizermos uma tradução literal, o free float seria "circulação livre."


Mas para explicar melhor esse indicador, podemos falar que ele é o responsável por medir a quantidade (no relativo) de ações em livre circulação no mercado.


Digo no relativo pois é um indicador em porcentagem.


Assim, o Free Float é o percentual de ações de uma determinada empresa que está disponível para serem negociadas no dia dia.


Onde estão as outras ações?

Pois então, se o free float é o percentual em circulação, onde está o restante das ações da empresa?


Normalmente, as ações detidas pelos controladores não estão em circulação no mercado, pois os controladores precisam dessas mesmas ações para terem a maioria dos votos e continuar controlando a empresa, não é mesmo? Dessa forma, essas ações não estão aptas para negociação no mercado.


Fora isso, ainda temos as ações detidas pelas pessoas que trabalham na empresa, muitas vezes ganhadas em bônus, por exemplo, e por algumas cláusulas não podem serem negociadas.


E por fim, tem-se as ações em tesouraria, que são as ações que a própria empresa mantêm dela mesma.


Free Float: Como Calcular?

Vamos supor que uma empresa tem as seguintes configurações:

  • 1.000.000 de ações no total

  • 600.000 das ações com os controladores

  • 300.000 das ações no free float

  • 50.000 das ações com os administradores

  • 50.000 das ações na tesouraria


Assim, qual o Percentual do Free Float das ações dessa empresa?

É simples, a fórmula é a quantidade de ações no free float é:


Número de ações no free float / número total de ações.


Dessa forma, a empresa tem 30% das ações no free float. Pois a divisão de 300.000 por 1.000.000 é 0,3 ou 30%.

Gráfico de ações para mostrar a relação das ações com o seu free float

Quantidade mínima do Free Float das ações de uma empresa listada

Agora que você já sabe calcular o free float, vamos a algumas regras técnicas. A quantidade mínima de ações no free float é de 25% segundo a B3. Entretanto, essa regra funciona quase como um padrão internacional, já que a maiorias das bolsas do mundo, definem esse patamar mínimo na casa dos mesmos 25%.


Onde eu consigo saber o free float das ações de determinada empresa?

Identificar o free float de uma empresa é simples, basta você ir no site de Relação com Investidores da empresa na qual deseja saber o free float e depois entrar na parte de "Composição Acionária".

É importante explicar que para você ter acesso ao site de Relação com Investidores de uma empresa, basta escrever o nome da empresa acrescido de "Relação com Investidores"ou "RI".


Exemplo: Ambev Relação com Investidores.


Free Float e Liquidez

Apesar do que muitos falam, o Free Float não é um indicador que diz diretamente sobre a liquidez,

isso basicamente porque uma empresa pode até ter uma grande fração de suas ações no free float mas isso não quer dizer que a demanda por esses pais vai ser suficiente para caracterizar tal ação como líquida. O que vai determinar isso, é o volume de negociação.


Conclusão

Assim, podemos entender um pouco mais sobre como funciona a composição acionária de uma empresa listada. Além disso, podemos falar que o free float é um dos indicadores que você deve analisar no quesito governança corporativa mas não é o único.


Ajudou? Se sim, segue lá no Instagram e se inscreve no canal do Youtube para ficar atualizado de todas as novidade do Investidor Sem Grife!