• Investidor Sem Grife

Valuation: O que é e Como Fazer?

Primeiramente, para termos essa discussão sobre Valuation, é preciso deixar uma coisa muito clara. Ao contrário do que muitas pessoas falam por aí, preço e valor são diferentes. O Valuation de empresas listadas só faz sentido pois é a forma de descobrir o valor correto para algo que está sendo negociado a determinado preço.

Balanço contábil utilizado para fazer um valuation.

Dito isto, vamos as 2 principais formas de trabalhar o Valuation de empresas:


1) Valuation por múltiplos


O Valuation por múltiplos é talvez o método mais utilizado pela maioria dos investidores iniciantes uma vez que é considerado mais fácil de analisar uma vez que é basicamente uma comparação de números/fundamentos. Existem diversos fundamentos mas vamos falar dos principais aqui.


LPA ou Lucro por Ação - é uma medida de lucro.

É calculada dividindo o Lucro Líquido da empresa pelo número total de ações.


Preço Lucro ou P/L - é o múltiplo de lucros

O cálculo é simples: Preço da ação dividido por lucro líquido por ação.


ROE ou Return on Equity ou Retorno sobre Patrimônio Líquido - é basicamente a capacidade da empresa de gerar lucros com os próprios recursos.

Logo, o calculo é simples: Lucro Líquido dividido pelo Patrimônio Líquido.


ROIC ou Retorno sobre Capital Investido - é basicamente o quanto a empresa consegue gerar de resultado operacional perante a quantidade de capital investido.

É calculado pela divisão do lucro operacional (retirando os impostos) com a soma de capitais de terceiros e capital próprio/dos acionistas.


Na internet podemos encontrar diversos sites que indicam e calculam automaticamente fundamentos/múltiplos das empresas. Apesar de existirem diversos erros nos sites, é possível obter uma ideia de algumas empresas (as maiores costumam ter menos erros). Temos como exemplo o Fundamentus, Oceans14 e Bastter.


2)Valuation por DCF


O Valuation por Discounted Cash Flow ou Fluxo de Caixa Descontado em português, é basicamente quando projetamos o fluxo de caixa planejado da empresa são trazidos a valor presente por meio de uma taxa de desconto ajustada ao risco.


Escrevendo de outra forma, FCD tem objetivo de encontrar o valor atual de algo que está por vir utilizando o fluxo de caixa da empresa. Elaborar um fluxo de caixa e traze-lo a valor presente requer diversas premissas e conhecimentos prévios como por exemplo estimar lucros e receitas, ter conhecimentos contábeis e tributários avançados.


Dessa forma, for ser algo muito complexo de mostrar e exemplificar nesse post. Para os mais interessados, recomendo fortemente o curso de Valuation do Edufinance.



Ajudou? Se sim segue la no Instagram para ficar atualizado de todas as novidade do Investidor Sem Grife!